Serviços

Avaliação Neuropsicológica



A avaliação neuropsicológica é indicada enquanto meio complementar de diagnóstico em casos nos quais exista suspeita de dificuldades cognitivas, emocionais, e/ou comportamentais de origem neurológica.  

Nesta avaliação identificam-se as funções cognitivas que se encontram afetadas e preservadas (por exemplo, atenção, memória, linguagem, funções executivas, raciocínio), assim como a magnitude das alterações. A entrevista ao indivíduo e familiar/cuidador, a observação e testes neuropsicológicos representam os seus principais métodos de avaliação.


A avaliação neuropsicológica é realizada ao longo de várias sessões (em média 2 a 3 sessões), sendo o processo concluído com a apresentação do relatório da avaliação ao doente e /ou entidade requerente.



A avaliação neuropsicológica permite:


•Identificar a presença de alterações cognitivas, emocionais e comportamentais em situações de patologia não degenerativa (ex: Acidente Vascular Cerebral, Traumatismo Cranioencefálico), patologia degenerativa (ex. Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson), perturbação neurodesenvolvimental (ex: Perturbações do Espectro do Autismo, Perturbação de Hiperactividade com Défice de Atenção), entre outras;

 

•Contribuir em situações de diagnóstico diferencial (ex: classificar subtipos de demência ou diferenciar sintomas neurológicos de psiquiátricos);

•Caracterizar de modo detalhado as capacidades do indivíduo que se encontram deficitárias e as que permanecem preservadas;

 

•Monitorizar e avaliar os efeitos de terapêuticas (farmacológicas e/ou de reabilitação neuropsicológica);
 

•Apoiar o desenvolvimento de programas de reabilitação neuropsicológica, identificando limitações e recursos dos indivíduos e delineando estratégias de intervenção.

 

Reabilitação Neuropsicológica



A reabilitação neuropsicológica visa assistir a pessoa com uma determinada problemática (assim como os familiares) a potenciar o seu funcionamento cognitivo e social de acordo com as condicionantes de cada situação.



A reabilitação neuropsicológica tem como objetivos:

 

  • A recuperação e/ou compensação de défices provocados por lesão neurológica (ex: traumatismo cranioencefálico, acidente vascular cerebral) ou perturbações neurodesenvolvimentais (ex: perturbações do espectro autismo);

 

  • A "não deterioração" e/ou compensação das capacidades cognitivas nas doenças degenerativas, como na doença de Alzheimer. É ainda indicada no acompanhamento do envelhecimento cerebral normal e em casos de pessoas saudáveis interessadas em melhorar as suas capacidades como, por exemplo, a memória e a atenção.


A reabilitação neuropsicológica foca-se igualmente na consultadoria a indivíduos relacionados com o utente, pretendendo-se em específico:

 

  • Informar e aconselhar os utentes e familiares sobre a natureza das lesões, os seus efeitos e formas de lidar com as limitações apresentadas, assim como discutir expectativas de recuperação;

 

  • Oferecer consultadoria ao contexto escolar/entidade patronal dos utentes, fornecendo informação sobre a natureza das lesões e efeitos das mesmas no desempenho, promovendo estratégias para facilitar a aprendizagem/produtividade dos indivíduos assim como a sua integração, funcionalidade e bem-estar.



Consulta de Avaliação e Reabilitação Neuropsicológica 
Indicações para a integração na consulta de neuropsicologia (avaliação e reabilitação)

 

Presença de sintomas específicos:



  • Dificuldade na execução das tarefas do dia a dia (ex. fixar recados, gerir os medicamentos, fazer contas em pagamentos)

  • Problemas de atenção e concentração

  • Problemas de memória

  • Perturbações da linguagem

  • Perturbações das funções executivas (ex: dificuldades em planear acções, impulsividade)

  • Entre outros

Quadros clínicos, tais como: 



  • Perturbações do neurodesenvolvimento (ex: Perturbações do Espectro do Autismo)

  • Doenças degenerativas (ex: Doença de Alzheimer, Doença de Parkinson, Degeneração Frontotemporal)

  • Doenças não degenerativas (ex. Acidente Vascular Cerebral, Traumatismos Cranioencefálicos,Tumores Cerebrais, Epilepsia)

  • Entre outros



Perturbações cognitivas não demenciais:



  • Envelhecimento

  • Depressão

  • Queixas subjetivas de memória



Na avaliação do efeito de intervenções realizadas: 



  • Avaliação pré e pós-operatória (em pacientes neurocirúrgicos)

  • Avaliação dos efeitos de terapêuticas farmacológicas e de programas de reabilitação cognitiva

  • Entre outros

Nota: É importante que o indivíduo se faça acompanhar por familiar/cuidador (sempre que necessário) e por todos os exames realizados (relatórios de consultas neurológicas e psiquiátricas).





Panfleto Consulta Crianças


Panfleto Consulta Adultos


Consultadoria a familiares, cuidadores, técnicos, instituições de ensino e entidade patronal
Consulta de Cuidadores



A consulta de cuidadores pretende disponibilizar informação sobre diferentes condições neurológicas (exemplo, doença de Alzheimer, doença de Parkinson, Esclerose Múltipla, Acidente Vascular Cerebral) assim como fornecer estratégias para dar resposta às exigências quotidianas características destes quadros. Esta consulta é indicada para todas as pessoas que sejam familiares ou tenham a seu cuidado pessoas que apresentem os quadros clínicos acima referidos. 



A consulta de cuidadores é realizada individualmente com o psicólogo e o cuidador. No entanto, encontra-se prevista a realização de grupos sendo necessário para tal um número justificável de interessados na consultadoria de um determinado quadro clínico. 



 

Mais informação relativas à Consulta de Cuidadores  pode ser consultada aqui

 

Galeria
Marcação de consultas
Onde estamos

Faça a sua marcação aqui ou através dos seguintes endereços:

 

Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto (FPCEUP)
Rua Alfredo Allen 4200-135 Porto, Portugal

Tel: 220 400 600/ 226 079 700

 

e-mail: secretariado_consultas@fpce.up.pt ou neuropsicologia@fpce.up.pt

  • facebook
  • LinkedIn Classic

Copyright 2014 Consulta de Neuropsicologia FPCEUP.